“Não sou picareta”, diz hacker que abriu o iPhone 3G

16jul08


Publicamos ontem no maislegal um artigo informando que brasileiros demonstraram na segunda-feira (14/07) o desbloqueio do iPhone 3G.

O brasileiro Breno MacMasi, um dos autores da proeza, diz que desejava com o desbloqueio mostrar a criatividade dos hackers brasileiros.

Breno, 25 anos e e seu amigo Paulo Stool, 22, conseguiram desbloquear o iPhone 3G antes de famosos grupos hackers, como o iPhoneDevTeam – que também apresentou solução para o desbloqueio, porém horas depois.

Breno, que possui uma pequena empresa de manutenção de iPhones, disse que trabalhou dois dias em parceria com seu amigo Paulo para chegar a uma solução para abrir o telefone 3G da Apple.

“Fiquei um pouco chateado com a repercussão. Nos Estados Unidos, eu seria um herói, mas aqui estão me tratando como um picareta”, diz Breno, que se tornou uma referência internacional após abrir o telefone da Apple.

Os sites estrangeiros Gizmodo e Engadget publicaram notas com links para seu vídeo exibindo o iPhone 3G funcionar com um chip da TIM.

Para abrir o telefone da Apple, Breno e Paulo estudaram o firmware 2.0 do iPhone 3G desde a quinta-feira (10), quando o aplicativo vazou na web, antes mesmo do início das vendas do aparelho nas lojas dos Estados Unidos, Europa e Ásia.

“Como tínhamos experiência com a versão anterior do iPhone, foi um pouco mais fácil para nós, mas só conseguimos por as mãos num telefone 3G na manhã de segunda feira. Pegamos um aparelho 3G de 8GB comprado nos Estados Unidos”, conta Breno.

Os hackers dizem que usaram uma solução de software e hardware para abrir o aparelho. Além do trabalho de programação, é preciso aplicar um adaptador no chip brasileiro. “Usamos um TurboSIM modificado, é uma espécie de película que aplicamos no chip para fazê-lo funcionar no telefone”, diz Breno.

Breno diz que não sabe mais se vai oferecer serviços de desbloqueio, pois ficou chateado com a repercussão do desbloqueio, que ele considerou às vezes negativa para ele. “Já recebi e-mails com ameaças. Vou avaliar bem como agir”, diz.

Ele conta que seu desejo era “mostrar que o brasileiro pode ser tão ágil e criativo quando os hackers americanos”. “Meu objetivo é mostrar que temos criatividade e, se possível, arrumar um emprego formal numa empresa de tecnologia”, conta.

Fonte: Revista INFO

Anúncios


One Response to ““Não sou picareta”, diz hacker que abriu o iPhone 3G”

  1. 1 beto lago

    ESSE CARA É UM PICARETA , LIGUEI LÁ NO SEU ESCRITORIO E NÃO FAZ DESBLOQUEIO DO 3G, DIZ QUE ESTA ESPERANDO UM AUTORIZAÇÃO?!?!!!! PORQUE ANTERIORMENTE, FAZIA DESBLOQUEIO SEM AUTORIZAÇÃO E AGORA TEM UE TER AUTORIZAÇÃO???!! PILANTRA, QUE DESBLOQUEIO DO 3G NADA , FAZ NO MEU ENTÃO, FAZ NO DE ALGUEM PRA COMPROVAR…FARSANTE!!!!!!!!!!!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: